EUA não pedirão desculpas por separação de crianças na fronteira

A secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Kirstjen Nielsen, disse nesta segunda-feira (18) que o governo não pedirá desculpas por ter afirmado que “as ações ilegais têm consequências”. A frase fora dita no contexto da polêmica separação de crianças de suas famílias quando detidas entrando ilegalmente no país.

“Não pediremos desculpas” pela separação de crianças na fronteira, afirmou Nielsen em discurso na Associação Nacional de Xerifes em Nova Orleans(Louisiana).

As autoridades americanas confirmaram a separação de cerca de 2.000 crianças de suas famílias na fronteira com o México em um período de seis semanas. A medida foi tomada com base na política de “tolerância zero” no combate à imigração ilegal, promovida pelo presidente americano Donald Trump.

Veja