Imprensa britânica dispara contra Neymar: ‘Trapaceiro, resmungão e dramático’

A imprensa britânica criticou muito o desempenho da seleção brasileira em campo. O principal alvo nesta sexta-feira foi o camisa 10 da Seleção, Neymar, citado nas reportagens como mimado, resmungão, dramático e até trapaceiro depois da vitória da seleção por 2 a 0 sobre a Costa Rica, em São Petersburgo.

Durante a transmissão da partida feita pela ‘iTV’, o narrador encerrou o primeiro tempo do jogo, quando nem Brasil nem Costa Rica tinham conseguido alterar o placar, destacando um ‘início de Copa frustrante para Neymar e Brasil’.

O jornal ‘The Guardian’ não poupou palavras sobre o desempenho do brasileiro. Na reportagem da partida, o diário afirmou que a vitória ‘veio tarde’ e criticou o camisa 10 da Seleção.

“Foi um dia agitado para o jogador mais caro do mundo, fonte de atritos constantes, que resmungou, gemeu e se jogava no chão constantemente, podendo ter sido expulso por uma combinação de desentendimentos e trapaça. Neymar chorou dramaticamente no gramado ao apito final, com os ombros tremendo e as mãos protegendo seu rosto do mundo”, disparou.

O Dia